Tati Eckhardt Sex Coach responde: Educação Sexual na Escola



Tati Eckhardt: é preciso falar sobre sexo, sem repressão nem tabus.

Olá meus amores! Tudo bem com vocês?



Percebo que muitas pessoas têm dúvidas em relação à educação sexual nas escolas. É viável? É correto ter? Como deveria ser feito? Este é o assunto do post de hoje.



Como sempre digo: tudo aquilo que não dialogamos, vira um tabu.


Para falar de sexo, também é exigido algum preparo, pois pode ocorrer, numa discussão sobre esse tema, mais repressão do que informação. Portanto, aqui, venho compartilhar com vocês essa questão bem interessante abordada no Curious Cat:



Curious Cat: Na sua opinião. Educação sexual deve ser implantada nas escolas? Na minha opinião isso tem que vim de casa, os pais tem que falar para os filhos para que serve aquilo é para que usa aquilo.. a mãe tem que falar sobre o cuidado íntimo e os pais dizer o msmo para os filhos

Tati Eckhardt: Pois bem. Vamos refletir um pouco sobre isso. Você quer que pais que foram criados reprimidos, carregando uma carga de gerações anteriores, onde a mulher deveria casar virgem e ser escrava do marido e o homem deveria ser o provedor e ter várias amantes, e ninguém ousada falar de sexo e relacionamento porque era sujo e pecaminoso. Falar sobre sexo anal ou masturbação ainda é um tabu tão grande que muitos desconversam. Na verdade, a maioria dos pais não teve educação sexual e vão passar para os filhos somente o medo que eles têm do filho se arriscar e pegar uma doença ou engravidar na adolescência. A tendência dos pais é fingir que os filhos sentem desejo. É dizer a eles que não devem transar. Logicamente, não serão obedecidos e vão procurar as informações em qualquer outro lugar que não seja em casa. Muitos iniciam a vida sexual sem nem mesmo saber o que estão fazendo. Correm riscos e mais riscos.

Se for abrir o diálogo para orientação sexual então, aí que a coisa fica feia, porque muitos ainda não aceitam que o filho seja homossexual ou bissexual ou lésbica, etc. Ocorrem muitos casos de expulsar os filhos de casa por conta disso.

Muitos iniciam a vida sexual sem nem mesmo saber o que estão fazendo. Correm riscos e mais riscos. Enfim, estamos falando de uma geração de pais que não tem condições psicológicas para lidarem com seus filhos adolescentes. Os pais também precisam de auxílio e educação sexual.

É preciso ter profissionais capacitados para falarem uma linguagem que adolescente vai ouvir. Eu sou esse tipo de profissional, entende. Faço esse trabalho aqui como uma ação social. É a minha contribuição, no momento para ajudar esses jovens que sofrem e sofrem muito.

Portanto, respondendo sua pergunta e finalizando, certamente deveria, sim, ser implantada nas escolas uma educação sexual de qualidade, de uma forma lúdica e saudável, fazendo com que o sexo seja algo natural, mas que deve ser feito com responsabilidade. Sem tabus nem repressões, pois é exatamente isso que faz um jovem não buscar informação e se arriscar, tendo gravidez precoce ou IST’s e DST’s.

Gostou do conteúdo? Entre em contato, faça suas perguntas que eu terei o maior prazer em responder. Caso tenha interesse em saber mais do meu trabalho, entre em contato, conheça os serviços disponíveis para consultorias online. Aproveite e dê uma olhada nas minhas redes sociais e no meu canal no YouTube: Sex Coach Brasil. Lá, você tem acesso gratuito a temas envolvendo sexualidade, relacionamentos e desenvolvimento humano. Abaixo, o conjunto de links que leva você até os meus conteúdos, que está sendo feito com todo carinho para você.


linktr.ee/tatieckhardt