Tati Eckhardt Sex Coach: Consultoria para Garota de Programa


Tati Eckhardt: garota de programa?




Por diversas vezes, quando eu era adolescente, ouvi de muitas pessoas, que as profissionais do sexo, as prostitutas, as garotas de programa, entram nessa vida porque não querem trabalhar de verdade. Que isso é vida fácil. Eu ouvia isso das mulheres da época. Pois bem, isso me intrigou bastante, lógico que a gente acaba se configurando com os preconceitos contemporâneos da época, e após algum tempo, eu percebi o quanto as pessoas eram preconceituosas e eu mesma me descobri assim e resolvi fazer algo a respeito.



Pensando nisso, pude perceber que toda vez que julgam o que uma mulher faz, certamente não se "está na pele dela" para viver aquilo e saber realmente o que ela está passando.



Afinal, as mulheres podem por acaso, ter vida própria, vontade própria, podem ser bem-sucedidas, inteligentes e empoderadas? Claro que não!



Mas a gente mete o pé na porta e força a sociedade a abrir as portas pra gente. Sororidade! A gente se ajuda, não é mesmo? Nós temos que encontrar nosso caminho e nos apoiarmos umas nas outras. Se uma mulher não ajudar a outra, quem é que vai? Para mudar o mindset, se libertar do preconceito, é preciso ter compaixão, se colocar no lugar do outro. Mulheres poderosas, aqui vamos nós! Ora meu amores, por aqui é (parafraseando Dom Pedro I):


Empoderamento ou Morte!

Segue a consultoria relâmpago, no Curious Cat, prestada a essa mulher que, a partir daqui, começa uma fase corajosa e empoderada, dos tempos atuais:


Curious Cat: Olá querida tudo bom? Eu trabalho em casa noturna 🔞 e as vezes eu trabalho por conta própria. E quando é dois homens, o preço é maior, porém eu já fiz, mas não em dupla penetração, e eles pagam um “cachê”’por isso, na minha situação eu preciso do dinheiro, porém eu nunca fiz isso, nunca fiz anal , a minha colega me recomendou usar os pintos de borracha. Eu devo seguir o conselho dela pra começar a dupla penetração? Pra seguir um passo a passo , qual conselho vc me daria ?


Ah falando nisso vc acha que ainda existe preconceito contra mulheres que são garotas de programa? Sabe porque eu pergunto isso?! Eu gosto de uma pessoa da academia, ele é mto cavalheiro com todo mundo lá e eu me apaixonei por ele, nós treinamos juntos sempre no mesmo horário. Eu nunca dei em cima de homem. Será que se eu chamar ele pra sair ele aceita? Eu trabalho em casa noturna e não sei se ele ia me tratar com preconceito? E pelo estilo dele,ele deve ser de família rica. Qual o seu conselho e sua opinião sobre nós que trabalhamos em casa noturna?? Muito obrigada 😊



Tati Eckhardt: Olá querida, tudo bem? A única complicação de fazer dupla penetração é que, se você não tiver sentindo prazer, pode se machucar. Você pode sim experimentar com vibradores, dilatadores, existem técnicas para você facilitar o sexo nesse sentido para ser mais fácil, não quer dizer que será mais prazeroso. Isso vai depender de você estar realmente a fim de fazer.



É preciso entender que existe dupla penetração vaginal também, não necessariamente precisa ser anal, mas se você quer experimentar esse nível mais hard de sexo, o ideal é treinar em casa mesmo, ou com alguma pessoa que possa te ajudar no processo, um amigo que você tem certeza que não vai te machucar. E quando for transar com os dois clientes, não permita que eles te machuquem, selecione os caras para não passar por situações de risco onde você não terá como se defender. Se puder contrate um segurança particular.



O lance de você querer fazer muitas coisas pelo dinheiro pode não ser o mais eficiente, no final das contas. Você pode acabar se colocando em situações perigosas com caras escrotos. Tenha postura na sua profissão como garota de programa. Combine antes o que você vai fazer com eles, e que não vai fazer. Não engane ninguém. Nem se sujeite a transar sem camisinha. Seja íntegra. Seja ética. Se você não se valorizar, ninguém vai.



Se chegar o momento do sexo e você não quiser ou não conseguir, devolva o dinheiro.

Você tem que mostrar pros caras que quem manda é você. Não é porque eles estão pagando para ter sexo com você que podem te tratar mal.



Use camisinha de qualquer jeito. Se fizer sexo anal, e depois, sexo vaginal, troque a camisinha para não haver contaminação. Não se sujeite a tudo. Sem saúde você não vai conseguir voltar a trabalhar. E esse dinheiro que você está achando que vai ganhar, pode sair muito caro pra você.



Agora, se você achar que tudo isso vale a pena, faça como te falei, se proteja, de todas as formas possíveis e seja ética. Não engane a ninguém, principalmente a você mesma. Tenha integridade, respeite o seu corpo, não exija demais dele a ponto de adoecer por conta das bizarrices e caprichos ou parafilias dos clientes. Dupla penetração não é nada demais, não é um bicho de sete cabeças, mas a forma como é feita pode ser muito boa ou pode realmente te machucar, principalmente poque você não fez ainda.



Sei muito bem o quanto é difícil trabalhar com sexo e ser respeitada. Eu falo de sexo e ainda existem muitos caras bastante escrotos que chegam achando que podem fazer o que quiserem, se acham no direito de me mandarem nudes, simplesmente porque estou falando de sexo e mostrando minha sensualidade. Só aprendem depois que levam muito esporro e ainda voltam, pensando duas vezes antes de falar uma besteira. Os que não aprendem eu simplesmente deleto dos meus contatos.



Veja bem, eu sei que ainda assim é bem diferente. Eu sei que existe ainda a falta de respeito que muitos caras têm. Os homens deveriam respeitar muito mais as mulheres, principalmente as profissionais do sexo. Esse sexo predatório dos homens em relação às mulheres é muito ofensivo e humilhante.



Não estou querendo te desanimar, só quero que você se EMPODERE a ponto de dizer NÃO se for preciso, entende?



Sei que você precisa do dinheiro, sei que essa é a realidade de muitas de nós, mulheres, que acabam trabalhando com sexo porque precisam. Mas erga a sua cabeça. Hoje, essa é a sua profissão. Se empodere. Portanto, eleve o seu marketing pessoal, mostre que você merece muito mais, que o seu trabalho é sério, busque ter autoridade na sua profissão, tenha orgulho do seu trabalho. Não trabalhe como se estivesse pedindo favores ou migalhas. Mudando a sua postura, levantando a cabeça, você pode dizer NÃO sempre que preciso, porque assim vão começar a te respeitar um pouco mais, E ATÉ MESMO, VÃO PAGAR MAIS PRA ESTAREM COM VOCÊ.



Vamos refletir um pouco querida. Foram várias perguntas que você me fez. Vamos lá.

Nós vivemos numa sociedade completamente machista e misógina, onde existe a supremacia do patriarcado, ou seja, o homem é o centro de tudo, ele tem o poder de mandar e desmandar, e no fim, eles querem ditar como as mulheres devem agir, o que devem vestir, que tipo de corpo devem ter, etc, e elas, as mulheres, não podem disputar empregos com eles, nem mesmo serem lésbicas porque assim ofendem suas masculinidades frágeis, competindo e roubando suas mulheres.



Se elas ousarem em mandar nos seus corpos, fazendo um aborto, ou transando por dinheiro, ou se tornando independente de alguma forma, eles a julgarão como puta, lixo, depósito de esperma ou qualquer coisa do tipo, fazendo referência à mulher como uma privada.



Ou seja, tem tanta coisa errada, principalmente no nosso país, onde hoje, nem podemos falar sobre educação sexual, feminismo e respeito à diversidade… que não dá nem pra contar nos dedos. Estamos vivendo numa época muito difícil para todos, principalmente para as mulheres. Portanto, o que mais existe, minha querida, é preconceito contra as garotas de programa.



Quero, como sua Sex Coach, que você volte ao seu eixo querida:



O QUE REALMENTE VOCÊ QUER PRA SUA VIDA?


Vamos definir alguns pontos.

  1. Você está nessa profissão somente por necessidade, e na primeira oportunidade você quer uma outra coisa pra sua vida? Pois se é esse o caso, não vale a pena investir tempo e dinheiro em técnicas para estar numa profissão que não é a que você realmente quer.

  2. Você quer, realmente, ser uma profissional de sucesso na sua área atual?

  3. Se sim, já percebeu que tem que estar preparada para o preconceito batendo a sua porta? Que os seus relacionamentos amorosos serão excepcionalmente mais difíceis do que de outras pessoas, por conta do machismo vigente? Se for esse o caso, vale a pena investir muito no seu empoderamento feminino, no seu marketing pessoal, elevar as suas qualidades, se mostrar profissional, sem medo, sem se esconder, e ter autoridade para dizer o que você faz sem vergonha ou medo do que vão falar, porque vão falar sim. A sociedade é hipócrita demais.


Depois que você descobrir o que realmente quer pra sua vida, comece a traçar um plano para realizar seus objetivos. Não fique rodando em círculos. Por que você está com medo de chamar um cara pra sair, e contar a verdade do que você faz pra ele? Essa profissão vai exigir de você um pouco mais de maturidade pra perceber que muitos vão te rejeitar, e não é você quem está errada, são eles.



Se ele não aceitar, paciência. A maioria não aceita mesmo e você vai ter que se acostumar com isso.



É claro que é possível que você encontre alguém legal pra você se relacionar, mas jamais se sujeite a fazer o que o homem quer, a exigir que você pare de trabalhar pra ficar com ele, por exemplo, entende?



E, se por acaso, você está interessada nesse cara porque acha que ele é de família rica e que ter um relacionamento com ele vai resolver seus problemas, não entre nessa. Você está somente se enganando e vai ficar eternamente nesse looping, de ter sempre que precisar de alguém para pagar as suas contas. E, além do mais, depois de você ter tido coragem de encarar uma profissão que não é nada fácil, voltar a depender de outra pessoa para se sustentar será um retrocesso.



Enfim, descubra o que realmente quer da vida e assim que souber, busque a sua felicidade sem cessar, pois você merece ser feliz. Todos nós merecemos!



E aí, gostou do conteúdo?



Espero ter ajudado. Se precisar de ajuda, não deixe de falar. Entre em contato, faça suas perguntas que eu terei o maior prazer em ajudar. Caso tenha interesse em saber mais do meu trabalho, entre em meu site, conheça os serviços disponíveis para consultorias online. Aproveite e dê uma olhada nas minhas redes sociais e no meu Canal Sex Coach Brasil, onde falo de assuntos variados envolvendo sexualidade, relacionamentos e desenvolvimento humano. Abaixo, o conjunto de links que leva você até os meus conteúdos, que está sendo feito com todo carinho para você.



Ah, e para interessadxs em consultorias, palestras e eventos:


linktr.ee/sexcoachbrasil


  • White Instagram Icon

Instagram

  • White Twitter Icon

Twitter

  • whats

Whatsapp