Diário de uma Bi: Novembro Azul



Florianópolis, 01 de novembro de 2019.



Olá, meu querido diário!



Aproveitando o início do mês e para falar sobre o Novembro Azul.



Sabe, meu querido diário, Novembro Azul é um movimento mundial que acontece durante o mês de novembro para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.



O INCA e Ministério da Saúde estão utilizando o movimento do Novembro Azul para divulgar ações importantes para que o homem cuide da sua saúde, inclusive em relação ao câncer de próstata. O movimento Novembro Azul teve origem em 2003, na Austrália, com o objetivo de chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças que atingem a população masculina.



Com o tema “Seja herói da sua saúde”, o Novembro Azul da Sociedade Brasileira de Urologia tem como padrinhos o chef e apresentador do programa MasterChef Henrique Fogaça e o ex-jogador de futebol Zico. Ambos não têm medo nem preconceito com os exames da próstata – que englobam uma avaliação do risco pelo urologista, seguida pelo toque retal e a dosagem de PSA – e aceitaram de imediato o convite da Sociedade.

O câncer de próstata é segundo tipo de câncer mais comum entre os homens brasileiros, estando em primeiro lugar o câncer de pele.



Sabe, meu querido diário, os homens sofrem pela forma como nossa sociedade foi se construindo, onde “Homem não chora. Homem tem que ser forte. Homem não cozinha. Homem não passa roupa. Homem não lava louça. Homem não fica doente. Homem não morre”. Ainda hoje existe muito preconceito e por conta disso o homem não cuida da própria saúde.



O Inca também postou uma cartilha que incentiva a conversa com o profissional de saúde.



Noutro dia, recebi uma pergunta de um homem no Curious Cat que dizia:



Porque não existem campanhas para os homens, o Governo só se preocupa em fazer campanha para as mulheres?



Fique pensando sobre isso, meu querido diário, dei uma pesquisada e respondi a ele:

É fato que existem mais campanhas para saúde da mulher, mas não quer dizer que não exista para os homens. O Novembro Azul é justamente para incentivar o homem a buscar cuidados preventivos para sua saúde. Certamente é necessário ter mais campanhas para os homens.


Mas eis a pergunta, meu querido diário: existem poucas campanhas para os homens porque os homens não se interessam e não se cuidam ou os homens não se cuidam porque existe pouca campanha e informação sobre prevenção? Quem nasceu primeiro: o ovo ou a galinha?



Sabe de uma coisa, meu querido diário, no fim estas perguntas não vão acrescentar em muita coisa a não ser que os homens lutem por seus direitos para existir mais estudos e mais campanhas para a promoção da saúde do homem.



Os homens precisam aprender um pouco mais com as mulheres, pois, se hoje existem campanhas maiores para promoção da saúde da mulher, certamente é porque houve muita luta para que os nossos direitos fossem realmente válidos.



E eu estou aqui dando o meu apoio à campanha Novembro Azul. Afinal, a saúde é para todos.



È o que tem pra hoje, meu querido diário, por hoje é só.



Bjos! Até a próxima!