Diário de uma Bi: Porque Você Odeia segunda-feira?


Tati Eckhardt de boas na segunda-feira.

Florianópolis, 16 de dezembro de 2019.



Olá, meu querido diário, quanto tempo! Eu já estava com saudades, mas, vamos ao que interessa: quero te contar umas coisinhas...



Segunda-feira... e por incrível que pareça, ao contrário do que a maioria das pessoas sentem nesse dia da semana, eu estou com vontade de fazer muitas coisas…



Estou bastante motivada, mesmo ainda me sentindo cansada e na TPM para piorar… Mas nada que uma boa caneca de café e uma barra de chocolate não resolvam. Decido hoje que o meu estado de espírito estará positivo, independente do que aconteça.



Em meus estudos sobre comportamento humano, lendo livros de especialistas no assunto, descobri que o nosso estado de espírito tem grande chance de ser modificado pela simples vontade de querer mudar. Isso é incrível, né, meu querido diário?



Por exemplo, se estou triste e abatida, levanto a minha cabeça, faço uma postura nas costas, deixando-a ereta, respiro profundamente, expiro devagar, conto até dez. Começo a exercitar a gratidão, lembrando de todas as coisas boas que eu tenho e as que ainda quero realizar.



Assim, minha mente dá um comando ao meu corpo de que estou me sentindo bem. Todo o meu sistema biológico reage a esse comando: o sistema linfático se modifica, alguns hormônios serão produzidos e outros, irão diminuir.



Ou seja, não estamos condenados a ter um dia ruim. Muita coisa depende de nós para que o dia seja ruim ou bom. Os fatores externos irão nos afetar, mas podemos estar prontos para não esmorecer em meios aos obstáculos do dia.



Transformando o nosso estado de espírito, podemos até mesmo transformar o ambiente. Ou você nunca ouviu dizer que quando chega alguém com mau humor, as pessoas dizem o quanto aquela pessoa é “pesada”?



Sentimos as vibrações energéticas dos outros e eles sentem a nossa. Portanto, um estado de espírito positivo produz um ambiente favorável, que trará pessoas e situações que promovam a positividade também. É desta forma, que as oportunidades boas vão aparecendo.



Enfim, o que eu quero dizer com isso tudo, meu querido diário, é que para a “sorte” acontecer é preciso muito esforço e trabalho duro para se manter de pé, positivo, mesmo em meio a uma segunda-feira enfadonha, que não daria em nada.



Nada fica perdido, devemos aproveitar as coisas simples da vida e transformá-las em tesouros, pois na verdade, a essência de tudo o que é bom, está nas coisas simples.

Hoje estou bem reflexiva, percebeu né?



Para concluir, deixo uma frase bem apropriada para o momento:



“O encontro da preparação com a oportunidade gera o rebento que chamamos de sorte.”

Tony Robbins



Por hoje é só, meu querido diário!



Bjos e até a próxima!