Depoimento: Ejaculação Precoce

Atualizado: 15 de Ago de 2019



"Desde o início do nosso relacionamento, se estendendo até o nosso casamento, meu marido, sempre gozava muito rápido. Mas, às vezes, eu tinha tempo suficiente para gozar também, sentindo ainda seu pênis duro dentro de mim.

Com o passar dos anos, esse problema foi piorando muito até chegar nos níveis de hoje. Ele já nem consegue mais me penetrar e goza nas minhas coxas, na minha mão ou só de começar o sexo oral já acontece.


Há alguns anos ele procurou especialistas, onde diagnosticaram ejaculação precoce. Eu o ajudei durante o período do tratamento. O médico passou uma série de exercícios e sugeriu que fizéssemos juntos, e talvez fosse necessário ele fazer sozinho também, reduzindo os estímulos visuais, principalmente.


Mas depois de 6 meses de tratamento, os resultados não vieram, apesar da insistência do meu marido. Ele sempre foi um marido muito amoroso, me tratando muito bem, com muito carinho e atenção e, sabendo que muitas vezes eu não gozava , ele me fazia muito sexo oral, me masturbava e até apimentou a relação com brinquedos eróticos.

A dedicação dele em tentar me dar prazer sempre foi louvável, me fazendo o admirar ainda mais. Apesar de toda aquela dedicação, confesso que ainda me sentia insatisfeita e isso fazia eu me sentir ingrata. Como eu, que tinha um marido tão atencioso e que me amava tanto, poderia não estar satisfeita?


Os brinquedos não substituem um verdadeiro pênis. Eu passei a me sentir satisfeita com o carinho e atenção. Não era satisfação sexual. Por isso fui me desinteressando pelo sexo e ele também. Fomos nos anulando sexualmente a ponto de ter uma rotina de vida morna, entre filmes, séries e alguns outros entretenimentos. Era uma vida, de fato, mas não era a vida que sonhamos juntos.



Até que um dia ele me chamou e disse que estava me achando sem vida, sem alegria, e se sentia assim também. Ele queria junto comigo resolver este problema que estava enterrando precocemente nossa vida sexual.
Nós somos jovens, tenho 30 e ele 34, não podíamos estar satisfeitos em viver uma vida de rotinas mundanas. Ele disse que por conta do problema dele, estávamos morrendo para o sexo e aceitar isso, de forma alguma, seria saudável.

Perguntei a ele se queria retomar o tratamento, buscar outros médicos, enfim, tentar novamente. Percebi que ele sentia a mesma insatisfação que eu, que ele queria ter uma vida sexual ativa, e percebi também que, de certa forma, eu acabei aceitando que o problema dele parecia sem solução, e decidimos aceitar o problema sem enfrentá-lo.


Foi aí que ele me apresentou um cartão, nele dizia Sex Coach. Ele disse que um amigo havia dado a ele. No cartão tinha um nome e um número de whatsapp. Percebi meu marido meio sem graça, ele me pediu para entrar em contato.



Quando entrei em contato, logo ela respondeu, dando valores e indicando o site para conhecer seu trabalho. Quando entrei no site tive um primeiro impacto. Vi exatamente o porquê do meu marido ter ficado sem graça.

Ela é Sex Coach e muito bonita e sensual e, meu preconceito logo aflorou porque tenho ciúmes do meu marido. Como isso poderia ajudá-lo?


Fiquei aborrecida no primeiro momento, mas intrigada. Terminei de ver o site, notei que ela parecia ser bem profissional, de fato. Muito bonita e era casada, tudo isso foi me deixando curiosa e interessada em saber onde isso poderia dar e fui pegar mais informações com ela pelo whatsapp.


Após receber algumas mensagens que pareciam automáticas, eu disse que queria saber mais sobre Sex Coach. Expliquei resumidamente o nosso problema e perguntei como ela poderia nos ajudar.


Ela mesma me respondeu, muito educada e atenciosa me explicou um pouco do que se trata a Sex Coach, que iria primeiramente, conhecer melhor o casal, seus interesses, valores, crenças, pois tudo isso é importante para dar direcionamento sem invadir e desrespeitar os sistemas de crenças do casal.


Falei com ela que veria com meu marido e logo retornaria. Naquela mesma noite, conversamos sobre o assunto, mas antes, dei aquela apertada nele pra saber se ele já tinha visto as fotos dela e conversado com ela.

Ciúmes normais (risos), mas chegamos à conclusão que valeria a pena agendar um horário, que seria interessante para nós tentarmos algo alternativo.

Na manhã do dia seguinte, entrei em contato e logo agendamos. Decidi por pagar antecipado e, o que seria uma sessão, de início.


Depois desse longo tempo de ansiedade e aflição, o dia tão esperado chegou. Se eu estava ansiosa, imagina meu marido?! Ele dizia que sentia suas pernas tremerem, era muito excitante. nós nunca tínhamos feito nem terapia de casal, muito menos falar abertamente sobre o nosso sexo com outra pessoa.


Eu estava num misto de tensão e ciúmes, por que, de fato, ela é uma mulher bonita e sensual, e talvez meu marido estivesse daquele jeito por ela. Tentei afastar ideias negativas da cabeça para não estragar nossa experiência. Merecíamos esta tentativa. Confiei, já que foi muito profissional e atenciosa.


O interfone tocou. Era ela. Confirmamos o acesso dela na portaria. O atendimento foi na nossa casa. Abri a porta e lá estava ela, realmente muito bela, bem vestida. Ela estava elegante e sensual, usando óculos, parecia realmente uma professora.


Nos cumprimentamos, e no primeiro ato, ela disse pro meu marido que ele deveria primeiro respirar. Aprender a respirar era o primeiro exercício.

Enfim, um pouco de conversa para nos conhecer melhor, e então, os exercícios começaram. Com muita técnica e paciência ela nos mostrou tudo que poderíamos fazer: toques, pressões, apetrechos, conversas.


Pela conversa, ela disse que parte do problema poderia ser psicológico e parte físico, de fato. Ela nos ensinou a ver os momentos, perceber os estágios do orgasmo, para poder controlar, como ela mesmo chamou, evidenciando os sinais e o que fazer, quais medidas tomar, os exercícios, onde tocar, o que falar...


Ainda temos outra sessão para agendar, mas precisávamos falar sobre esta experiência. Foi incrível, muito profissional! Não precisamos consumar o sexo com ela, de jeito nenhum.


Eu confesso que fui muito preconceituosa, e ela percebeu isso, mas me deixou bem tranquila e confiei nela para falar dos meus anseios e expectativas. O que me deixa mais na expectativa para o próximo encontro.



Quero deixar o nosso agradecimento a Sex Coach. É fato que ainda temos muito a melhorar e praticar mais os exercícios. Já notamos uma melhora incrível na resistência dele, mas o principal é que resgatamos nosso interesse sexual. Nosso fogo aumentou, e nosso amor também e nessas duas semanas que passou desde o atendimento, nós estamos vivos novamente.


Esta mulher merece ser reconhecida: MENINA, VOCÊ É DEMAIS!!!"

  • White Instagram Icon

Instagram

  • White Twitter Icon

Twitter

  • whats

Whatsapp